às 11:15:00

Acadêmicos participam de maratona de ideias

ACADÊMICOS PARTICIPAM DO 2º IDEATHON

Uma maratona de inovação online com o objetivo de gerar ideias, para impactar vidas e negócios e empoderar a juventude para transformação, foi realizada pelo Centro Universitário São Lucas Ji-Paraná em parceria com o Sebrae. O 2º Ideathon começou às 19 horas da última sexta-feira e seguiu até as 23 horas de domingo. O evento também contou com a parceria das empresas Mvplay e Tambaqui Valley.
Mais de 13 equipes, com até sete alunos se inscreveram para participar. Foram apresentados temas voltados a minimizar o impacto que o setor de negócios sofreu durante a pademia do Covid-19. Cada grupo escolheu um tema para apresentar uma solução. O líder de Inovação do Sebrae de Rondônia, Rangel Miranda, ressaltou que durante três dias, os acadêmicos participaram de Webinars - seminários e conferências realizados em tempo real via Internet, enquanto desenvolviam as ideias. Também tiveram vários mentores à disposição, entre docentes, convidados do Sebrae, que atendiam de Ji-Paraná, região e até dos Estados Unidos.


De acordo com um dos idealizadores do evento, o professor e coordenador do curso de Sistemas de Informação, Thyago Borges, as cinco melhores ideias estão sob análise da banca de jurados, composta por empresários, docentes e pessoas ligadas ao empreendedorismo e inovação. O Pitch Deck, que é o material de apoio que você mostra ao se apresentar, será explanado por cada equipe neste sábado (27), quando serão conhecidos os vencedores.
"Este é um evento de muitas emoções e dedicação de todos. Só temos a agradecer o apoio e parceria. Temos certeza de que é uma experiência única para os alunos e que vai servir para a vida toda", afirma Alexandre Mori, da empresa Tambaqui Valley.

“Foi incrível participar. No início, realmente eu já conhecia, porém não tinha muito interesse. Porém aceitei esse desafio e foi magnífico. Você conhece outras pessoas dentro de sua universidade, pessoas que tem muito agregar na sua vida pessoal como na sua vida profissional, além dessa troca de conhecimento entre acadêmicos, você também tem um time de mentores espetacular, com currículo magnífico realmente que você aprende muito. É uma experiência maravilhosa super recomendo, se você tem a chance de participar, participe e realmente que você não vai perder nada com isso e que venha mais Ideathon’s para gente aí.”
Érica Guimarães Firmino, Direito, 3º período.

“Surpreendente! Essa é a palavra certa, porque o Ideathon foi simplesmente um mar de surpresas para mim. Confesso que entrei sem muita expectativa, mas saí de lá surpreendida.
Dentro do Ideathon fiz amizades que quero levar para minha vida profissional também. Então assim, recomendo muito quem tiver oportunidade para fazer o Ideathon. Faça e você vai se surpreender. “Surpresa” é a palavra do Ideathon e inovação defineo que foi o evento”
Elyszandra de A. Brito Santos, Direito, 10º período.

“Realmente foi uma experiência incrível para mim e para meu grupo. Madrugamos aí, duas noites seguidas idealizando um projeto muito bacana. Graças também aos nossos mentores que nos ajudaram bastante mesmo. Com certeza vai render ainda muito fruto daqui para frente. Muito obrigado mesmo ao Sebrae, a Universidade São Lucas e a todos os idealizadores."
Danilo Carrilho Cardoso, Administração 1º período.

“Um evento maravilhoso, cheio de profissionais super atenciosos e excelentes, que sempre estão dispostos a auxiliar em qualquer dúvida existente. E apesar de toda correria, no final, quando você e sua equipe conseguem entregar o seu projeto a sensação de orgulho e de dever cumprido é maravilhosa. Então eu indico para você que ainda não participou do Ideathon, participe dos próximos que virão, pois você não irá se arrepender."
Natan Damaceno Gomes, Administração 3º período.

“Já é a segunda vez que eu participo do 2º Ideathon São Lucas e Sebrae, e se eu tiver oportunidade eu vou participar outras vezes, porque, o evento significa para mim um exercício muito grande de comunicação, de interação com os meios tecnológicos, porque eu me considero uma pessoa muito atrasada para tecnologia. Também tem o trabalho em equipe, porque eu me considerava ruim em trabalho em equipe, e no Ideathon a gente quebra esse gelo, a gente tem que desenvolver projeto com pessoas que a gente nem conhece. Então para mim o evento tem agregado muito na minha vida pessoal, mas principalmente na minha vida acadêmica”.
Adriely Oliveira dos Santos, Direito, 3º período.


Fonte: